OFICINAS CULTURAIS – FORMAÇÃO PARA O INTERIOR – 2

OFICINA: FOTOGRAFIA DIGITAL – PÓS PRODUÇÃO
Coordenação: Bruna Grassi
Datas e horários:
Turma A – 18, 20, 25 de maio – 14h às 16h
Turma B – 24, 26 e 28 de maio – 10h às 12h
Inscrições: 23 de abril a 4 de maio
35 Vagas
Plataforma: Zoom
Público-alvo: a partir de 16 anos
Materiais necessários: requer equipamento fotográfico (câmera digital, celular ou tablet) ou fotografias previamente produzidas; celular ou computador com Software de Edição.
Link para inscrição: https://forms.gle/sGTZHnaxS1GLozPk6

Curso voltado àqueles que querem aprender a fotografar e editar com os seus celulares ou com câmeras DSLR. Com metodologia mista e didática interativa, Bruna Grassi propõem uma imersão ao universo da fotografia digital com qualquer celular que possua câmera voltando o pensamento para a Pós-Produção, edição. Não é necessário ter conhecimento prévio em fotografia.

Bruna Grassi é graduada em Comunicação das Artes do Corpo pela PUC/SP, Mestre em Comunicação e Jornalismo, especialista em Teorias da Imagem. Criadora da Marca e Projeto @FineArtBrazil. Especialista em Fotografia FineArt/pigmentos minerais, desenvolve investigação e trabalhos nas áreas Estudos Fotográficos – técnicas e teorias; Fine Art, LifeStyle, Retratos e Restauração; Ética e Comunicação; A Filosofia da Imagem; A Fotografia na Comunicação; Construções de Imagens de Atores Políticos; A fotografia e os impactos sociais e culturais na Internet; Cyber-ativismo e novos métodos para pesquisa online em imagem, fotojornalismo e comunicação política. Obras Premiadas e Expostas em diversos Países como Brasil, Inglaterra, França, Itália, Sérvia, Bósnia e Herzegovina.

OFICINA: INTRODUÇÃO AO AUDIOVISUAL
Coordenação: Cleiner Micceno
Datas e horários: 18, 20, 25 e 27 de maio – 14h às 16h
Inscrições: 23 de abril a 4 de maio
30 Vagas
Plataforma: Zoom
Público-alvo: a partir de 16 anos
Link para inscrição: https://forms.gle/JiNZ9CPGBiv6GnuC7

O curso visa facilitar a produção de vídeos digitais passando aos participantes técnicas de gravação com câmeras simples, de modo a mostrar a viabilidade da produção e divulgação de trabalhos pessoais, assim como a história do cinema, ângulos, movimentos, nomenclaturas, símbolos e como ver um filme .

O diretor Cleiner Micceno é documentarista, produtor de videoclipes, músico e escritor. Preside a Academia Sorocabana de Fotografia, Cinema e Vídeo. Foi contemplado por duas vezes com a LINC – Lei de Incentivo à Cultura de Sorocaba, pelos documentários “A História do Rock em Sorocaba” e “Arte Urbana”. Recentemente, foi premiado no Festival de Filmes de Faina, em Goiás, com três curtas produzidos no projeto “Narrativas Fantásticas”, do Programa Oficinas Culturais.

OFICINA: A NOVA SONOPLASTIA – A Criatividade da Produção Cultural Sonora com Economia Criativa
Coordenação: Marco Prado e Reynaldo Leite
Datas e horários: 17, 19, 24 e 26 de maio – 18h às 20h
Inscrições: 23 de abril a 4 de maio
30 Vagas
Plataforma: Zoom
Público-alvo: a partir de 16 anos
Link para inscrição: https://forms.gle/VhmntsAGg48WTRXq9

Oficina desenvolvida com foco na aprendizagem da nova Sonoplastia na prática: Podcasts Culturais, Vinhetas, Chamadas, Comerciais, Criação de Efeitos Sonoros, Trilhas Sonoras para vários gêneros utilizando tecnologia contemporânea, que possuímos em casa.

Marco Prado é formado em Marketing pela Universidade Mackenzie e especialista em Gestão Cultural Pública, foi Coordenador Operacional da Oficina Cultural Oswald de Andrade, Coordenador Artístico da APAA, Coordenador Artístico da Secretaria de Estado da Cultura, Coordenador de Eventos e Cerimonial da Fundação Padre Anchieta e atualmente Produtor do Centro de Mídias da Educação de São Paulo, programa essencial para a Educação do Estado de São Paulo, transmitindo aulas da rede de ensino do Estado de São Paulo através da TV Cultura. Participou de diversas palestras sobre Cultura, tais como, SIM São Paulo, Festival de Teatro de Curitiba, Festival de Música do Sul (Paraná), Festival de Música Móveis Coloniais (Brasília), Festival Abril pro Rock (Recife) entre outros festivais de relevância na cena cultural brasileira. Fez ao longo de sua jornada profissional, uma carreira sólida e ampla, sempre respeitando o principal objetivo da Cultura, ou seja, seu público.

Reynaldo Leite é radialista e especialista em Broadcasting Television and Digital Media pela UCLA – University of California – Los Angeles, foi professor das disciplinas de Pós-Produção em Rádio, TV e Cinema do Centro de Comunicação e Artes do Senac em São Paulo e da Universidade Bandeirante de São Paulo. Trabalha há mais de 30 anos no mercado audiovisual, onde atuou em emissoras de TV e Produtoras. Foi Coordenador Pedagógico do Instituto de Cinema de São Paulo e Consultor Pedagógico do Instituto Brasileiro de Cinema. É palestrante e professor convidado para ministrar cursos de curta duração em Casas de Cultura da Secretaria Municipal de Cultura e Fábricas de Cultura do Governo do Estado de São Paulo. É pesquisador independente. Desenvolve Coordena Cursos de formação e Capacitação para produção em Rádio, TV, Cinema e novas mídias.

OFICINA: MÚSICA FOLCLÓRICA SUL-AMERICANA – uma viagem pelas práticas típicas e suas transformações na contemporaneidade
Coordenação: Marcos Matturro
Datas e horários: 18, 20, 25 e 27 de maio, das 18h às 20h
Inscrições: 23 de abril a 4 de maio
50 vagas
Plataforma: Zoom
Público-alvo: Interessados em conhecer ou aprofundar seus conhecimentos sobre música latino-americana.
Link para inscrição: https://forms.gle/kwRMbmVy9LZv6AmN7

Nesta oficina, será apresentado um panorama da música sul-americana de origem folclórica e alguns de seus desdobramentos e influências encontrados dentro da música popular e/ou erudita. Em cada encontro serão abordados gêneros musicais de países da América do Sul, através da produção musical de seus principais expoentes. Cada um destes exemplos será contextualizado por meio de sua retrospectiva histórica e das características fundamentais que os identificam.

Marcos Matturo é mestre e doutorando em Performance Musical (violão) pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Atua no Brasil e no exterior como músico e pesquisador, focado no estudo da música latino-americana para violão.