Prefeitura tem realizado série de ações para combater à dengue e população tem papel decisivo nesse controle

A Prefeitura de Mairiporã, por meio da Secretaria de Saúde, tem realizado desde o início do ano uma série de ações em pontos estratégicos da cidade, com o objetivo de prevenção e combate ao mosquito transmissor da dengue e outras doenças.
As ações envolvem toda a equipe da Vigilância Ambiental formada pelos agentes de controle de endemias, supervisores de saúde, além da equipe da Atenção Básica e voluntários de diversos departamentos da prefeitura, que visita as residências, faz o trabalho de remoção mecânica dos criadouros e passa todas as orientações aos moradores.

Durante o carnaval foi realizado uma grande mobilização que contou com a limpeza, panfletagem, orientação e busca ativa por focos nos bairros Capoavinha, Parque Náutico, Jardim Santana, Pinheiral, Jardim Spada e Jardim Celeste.

COMO EVITAR

Alguns cuidados devem ser tomados para evitar a proliferação do mosquito, como:
– NÃO DEIXE ÁGUA PARADA – Fique sempre atento ao acúmulo de água em recipientes como vasos de plantas, pneus, calhas, latas, entre outros. Utilize terra ou areia em vasos e pratos e mantenha-os limpos.
– CAIXAS D’ÁGUA, CISTERNAS E POÇOS – Mantenha-os fechados e vedados. Tampe com tela aqueles que não têm tampa própria.
– LIXO, ENTULHO E PNEUS VELHOS – Entulho e lixo devem ser descartados corretamente. Guarde os pneus em local coberto ou faça furos para não acumular água.
– LIXEIRAS DENTRO E FORA DE CASA – Mantenha as lixeiras tampadas e protegidas da chuva. Feche bem o saco plástico.
RALOS – Tampe os ralos com telas ou mantenha-os vedados, principalmente os que estão fora de uso.
– VASILHAS PARA ANIMAIS – Os potes com água para animais devem ser muito bem lavados com água e sabão no mínimo duas vezes por semana.
– FACILITE O CONTROLE DA DOENÇA – Permita sempre o acesso  da equipe da saúde em sua residência ou estabelecimento comercial.

SINTOMAS
Os sintomas da doença são: febre alta com início súbito; forte dor de cabeça; dor atrás dos olhos; perda de paladar e apetite; náuseas e vômitos; tonturas; extremo cansaço; manchas e erupções avermelhadas na pele semelhantes ao sarampo; moleza e dor no corpo; e dores musculares intensas, nas articulações e atrás dos olhos.

Em caso de suspeita de dengue, procure a Unidade de Saúde mais próxima a sua residência. O rápido diagnóstico é fundamental no tratamento.

Pular para o conteúdo