Semana estadual de enfrentamento do escorpionismo traz alerta sobre riscos

A Prefeitura de Mairiporã, por meio Vigilância em Saúde, realiza entre os dias 28 de agosto a 01 de setembro, a Semana Estadual de Enfrentamento ao Escorpionismo/Escorpião, cujo objetivo é intensificar ações e dar maior visibilidade ao tema, trazendo informações dos riscos e prevenção.

O escorpionismo é o envenenamento provocado por um escorpião quando o inseto injeta seu veneno por meio do ferrão, localizado na ponta da cauda.

Os agentes estarão realizando ações de conscientização em locais de grande circulação como cemitérios, escolas, terminal rodoviário provisório, parque linear, entre outros.

Para evitar acidentes é necessário:

-Conservar sempre limpa a área interna e ao redor das residências, evitando o acúmulo de lixo, entulhos e outros materiais,

-Manter berços e camas afastados das paredes;

-Examinar roupas, sapatos e toalhas antes de usar;

-Andar sempre calçado e proteger as mãos com luvas ao trabalhar na terra ou manipular entulhos e outros materiais;

-Vedar ralos de chão e pia, eliminar as frestas de paredes, muros, pisos, forros e tetos;

-Proteger as soleiras das portas com veda porta

Sintomas

Leve: dor intensa no local da picada e agitação.

Moderado: dor intensa, vômitos ocasionais, suor, agitação, aumento dos batimentos cardíacos e da respiração.

Grave: dor intensa, suor e vômitos profusos, sonolência com agitação, tremores, aumento dos batimentos cardíacos e da respiração, salivação excessiva, hipotermia, convulsões, edema pulmonar, insuficiência cardíaca e choque, podendo levar à morte.

Primeiros socorros:

-Lave o local da picada com água e sabão;

-Aplique compressa morna;

-Não esprema e nem sugue ou faça torniquete no local da picada;

-Leve a vítima imediatamente ao atendimento médico;

Onde procurar atendimento médico após um acidente por escorpião?

Para crianças até 10 anos: Deve-se procurar o mais rapidamente possível a unidade de saúde referência para o atendimento de acidente com escorpião (PESA) – devido o potencial de gravidade neste grupo etário. Caso essa unidade fique muito longe, ou seja, difícil de chegar até ela, procure o quanto antes um pronto atendimento, pronto socorro ou hospital;

Para os demais pacientes: Deve-se procurar o mais rapidamente possível o serviço de saúde mais próximo, preferencialmente um pronto atendimento, pronto socorro ou hospital.

Veja aqui os Pontos Estratégicos de Soros Antivenenos no Estado de São Paulo:

Escorpiões – Secretaria da Saúde – Governo do Estado de São Paulo (saude.sp.gov.br)

Pular para o conteúdo